OFF SIGHT | CASA ABANDONADA EM SINTRA


Último dia do mês é dia de... muito bem, acertaram! Dia de Off Sight. Este foi o mês que percebemos que seria mais enriquecedor trazer a este Projecto Fotográfico que nos é tão querido nada mais nada menos que convidadas. Houve um feedback bastante positivo no primeiro post que prtilhamos do Off Sight. Nunca sonhei que existissem tantas pessoas interessadas em fotografar locais abandonados. Pelo andar da carruagem mantemos este tema por uns largos meses. 

Eram 9h da matina quando me encontrei com a Guida, Raquel e Lucie na Estação de Comboios em Entrecampos para rumarmos a Sintra. A Guida disse-nos que haviam imensas casas abandonadas por lá e eu que ainda não tinha reparado. Pois é, o Off Sight mal começou e já sinto algumas mudanças, nomeadamente o meu alerta quando avisto uma casa abandonada. Parece que quando passo por uma, o meu cérebro faz um género de pi pi pi e actualmente vejo casas abandonadas em tudo o que é canto :P 

TAG | 8 COISAS


Não acham que já está mais que na hora de fazer uma tag? Vocês sabem o quanto adoro responder a tags, o reflectir sobre cada questão, para depois partilhar convosco. Sinto-me ainda mais perto de vocês pois partilho respostas pessoais que acabam por mostrar um pouco mais quem sou. 
Desta vez fui nomeada pela Ju do Cor Sem Fim, obrigada por te lembrares de mim ^_^ Espero que interajam nos comentários e que os/as nomeados/as façam mesmo esta tag tão gira!

- PARA FAZER ANTES DE MORRER -
Mandar-me de um avião
Fazer um curso de Mergulho
Escrever um livro
Visitar todos os países do planeta Terra
Passar uns anos em África em projectos de cooperação e desenvolvimento como voluntária
Dar netinhos aos meus pais :P 
Passar um Verão inteiro nos Festivais da Europa
Iniciar um Canal de Youtube

PASSO-A-PASSO DE COMO CHEGAR AO MACHU PICCHU



Há que juntar o útil ao agradável, concordam? Então, já que iríamos ao grandioso Machu Picchu porque não parar por uns tempos? 
Durante duas semanas estivemos num hostel em Cuzco a fazer voluntariado e nem imaginam como soube maravilhosamente bem parar um bom bocado num mesmo sítio. Desde Novembro que estávamos a viajar, a mudar de sítio todos os 2, 3 ou 4 dias, chegámos a Fevereiro e dissemos chega, vamos parar um bocado. Viajar também é isso, parar num mesmo lugar para poder saborear os costumes, explorar ao máximo o lugar e os seus arredores e nós estávamos ali no centro do Vale Sagrado. Oh tão bem que souberam estes quinze dias! Só não digo que soube a pato porque não como carne. 

REVIEW + SORTEIO | EBOOK COMO SER FREELANCER [FECHADO]


"Ser feliz com o trabalho ainda é possível.
E tu vais ser mais uma prova disso."

Quando a Krystel do Nomadismo Digital Portugal contactou-me para divulgar o lançamento do seu mais recente Ebook com o título Como Ser Freelancer, nem podia acreditar. Era exactamente o que precisava de ler no momento, pois andava a ler várias publicações sobre o assunto para perceber o meu lugar neste Mundo enquanto Nómada Digital. Só que há tanta informação na internet que formou-se uma mescla confusa na minha cabeça. O Como ser Freelancer surgiu como luz ao fundo do túnel :)

Este Ebook, que conta com 89 páginas, é um manual completo com as ferramentas fundamentais para ter sucesso na carreira de freelancer, a partir do zero. Ao lê-lo descobri várias respostas a dúvidas que tinha como blogger, ou seja, este ebook é para ti se quiseres tornar-te num(a) blogger profissional.

SURPRESA NO DIA DE SÃO VALENTIM


Acho incrível como acabo sempre por publicar aqui sobre dias que não me dizem grande coisa. Primeiro foi o Natal - aquela festividade que não dou importância - e agora o Dia de São Valentim. Para terem uma ideia nesse dia o Bruno foi ver o jogo do Benfica com os amigos e eu fiquei em casa a comer pizza enquanto via o Mr. Church :P 

Porém, o Dia de São Valentim deste ano foi especial, mesmo que não tenha ido jantar fora com o amor ou trocado prendas com ele. Nesse dia o carteiro tocou à campainha pela manhã e entregou-me um envelope. Rapidamente apercebi-me que seriam as coisinhas maravilhosas que ganhara no Sorteio de São Valentim e quando abro o envelope não caibo em mim de felicidade! 

ACMA | 5 FORMAS DE LIDAR COM A SAUDADE (EM VIAGEM)


A primeira vez que viajei mais tempo foi no InterRail de 21 dias há quase dez anos. Como fui com a minha melhor amiga e o primo, não senti saudades das minhas pessoas, tive mais saudades da nossa comida portuguesa, a melhor do Mundo :D Era a primeira viagem à séria da minha vida, ficando apenas 3 dias em cada cidade. Nesta azafama toda não restava muito tempo para sequer pensar nos amigos e familiares que ficaram em Portugal. 

Em 2008, quando parti para os EUA para morar um ano inteiro a história foi outra. Nos primeiros meses estava encantada com tudo aquilo, pela primeira vez saíra da casa dos meus pais e estava agora a morar do outro lado do oceano, a trabalhar na minha área com miúdos desafiantes e estava a aprender inglês como gente grande. Só que no oitavo mês tudo descarrilou. A saudade bateu tão forte que sentia flechas a perfurarem-me o coração. Deitava-me a pensar no Algarve, sonhava com o Algarve e acordava com o Algarve. Já nem estava a aproveitar a minha estadia em terras do Tio Sam. Até que, subitamente, acordei para a vida e pensei que teria de ganhar forças e aproveitar cada momento pois estava a ter a oportunidade da minha vida e em breve estaria junto dos meus. 

BACALHÔA BUDDHA EDEN


Aos anos que queria visitar o Bacalhôa Buddha Eden! Tudo bem que enquanto estava a viajar fora do país era mais complicado mas agora a morar em Lisboa há quase ano e meio e com a avó Teresa (avó emprestada) a morar em Torres Vedras, não há desculpas. 
Mesmo assim, só no dia do meu aniversário, 30 de Janeiro, é que finalmente fui a este jardim maravilhoso! 


Fazer anos no Inverno é uma seca e sempre que posso tento celebrar num país quentinho, como o fiz o ano passado numa ilha paradisíaca, este ano decidi ficar-me por Portugal. E para que serve o dia do nosso aniversário? Isso mesmo, fazermos o que nos bem apetecer e aproveitarmo-nos das outras pessoas para nos tirarem centenas de fotos, afinal de contas somos a aniversariante e somos especiais :) 

COUCHSURFING: A COMUNIDADE DE VIAJANTES

Couchsurfing em Rabat Marrocos

Ouvi falar do Couchsurfing há mais de dez anos, quando a minha amiga Ana ligou-me toda feliz da vida para me contar que tinha encontrado um site para viajantes maravilhoso e que já se tinha inscrito. Na altura adorei o conceito, era a minha cara, mas não quis me inscrever logo porque ainda estava a viver com os meus pais então não podia alojar pessoas e estava a estudar na Universidade, sem tempo e dinheiro para viajar. Na verdade o Couchsurfing é mais que isto. 

CHOQUE CULTURAL NO PERÚ E BOLIVIA



Oh Bolívia. Estivemos na Bolívia cerca de três semanas e se, no inicio apetecia-me pegar na minha mochila e voltar para Portugal no primeiro voo, depois de ter saído do país, queria era ficar mais tempo para explorar cada cantinho deste país incrível.

Antes de iniciar a viagem de 5 meses pela América do Sul, estava super entusiasmada com o Peru e a Bolívia. Não há razão aparente para esta preferência, será influência dos inúmeros documentários do National Geographic com paisagens tão bonitas e o povo indígena?