A MINHA PRIMEIRA EXPERIÊNCIA COM O AIRBNB



Há quase dez anos a viajar e ainda não tinha utilizado o famoso site de alojamento Airbnb. Digamos que ainda não tinha surgido oportunidade ou, normalmente, quando viajo, fico em hostels, acampada ou faço Couchsurfing. Mas os tempos mudam e agora que me reformei da minha vida de mochileira, decidi viajar com alguns luxos e até de trolley (!!) A idade já pesa, meus amigos :) 


Há muito tempo que queria experimentar o Airbnb, basta vasculharem o site para se depararem com casas de árvore, quintas, bungalows e os alojamentos mais banais em apartamentos, normalmente lindos de morrer com uma decoração convidativa e cozy. Se quiserem algo mais em conta, podem ficar num quarto, hospedados com as pessoas locais! 

Em Julho, estávamos a viajar pela Escócia. Tinhamos acabado de alugar o carro para a nossa road trip e iríamos ficar as duas primeiras noites com a Jelena, uma menina muito simpática da Sérvia que foi minha penfriend há mais de quinze anos e que agora estava a morar em Fort William. Assim que ela soube que iríamos a seguir para Isle of Skye perguntou onde iríamos ficar. Qual não é o seu espanto quando descobre que nós não tínhamos nada marcado: "Num fim de semana em Julho, não reservaram hotel? Boa sorte!" Qualquer dia hei-de vos escrever uma publicação a explicar porque é que sou a pior viajante de todos os tempos. 


Na manhã que iríamos abalar da casa da Jelena é que nos preocupámos em encontrar sítio para dormir. Nós nunca fazemos isto, mas percebemos que desta vez tinha mesmo de ser, Qual é o nosso espanto quando percebemos que não havia hotel que nos restasse, nem um quarto para contar a história. Recorri ao Couchsurfing mas já era muito em cima da hora e nem haviam muitos couchsurfers em Portree ou Uig (ambos na Isle of Skye). Até que fez-se luz e fomos investigar o Airbnb. A estrelinha da sorte brilhou e houve um cancelamento à última da hora em Linicro, perto de Uig! Quando abrimos as fotografias nem queríamos acreditar, era um wigwam (ou bungalow) super aconchegante e por um preço convidativo. Mesmo que não fosse bom, era isso ou dormir no carro.

No fim de semana que ficámos na ilha de Isle of Skye esteve uma tempestade infernal! Mas tínhamos a nossa wigwam para nos acolher e foi tão gostoso :) 

Por dentro era simples, mas não precisava de mais nada: mesa com um dossier enorme com dicas onde comer, visitar e fazer, aquecimento central, água quente com chás e café, almofadas e um sofá que se transformava numa confortável cama de casal. Estávamos rendidos! 
Sinceramente só nos apeteceu ficar o Domingo inteiro refastelados dentro desta casinha de madeira, a ler e beber chá, enquanto chovia a potes lá fora. Mas não. Fizemo-nos ninjas e lá fomos nós à outra casa onde tomámos um duche bem quente e comemos um brunch para campeões, feito por nós. Fizemos a mochila para um dia inteiro, pegámos no mapa e lá fomos nós. 



Na Segunda-Feira conhecemos a Anne, a dona desta propriedade maravilhosa e perguntámos se podíamos ficar mais uma noite, mas já tinham reservado. Oh! 

Fiquei fã do airbnb e as possibilidades infinitas de alojamento que nos oferece. Caso estejam a pensar utilizá-lo tenho uma oferta para vocês: 25€ de desconto na primeira estadia com o airbnb, yuppie! Aproveitem para se inscreverem, prometo que vai ser uma experiência inesquecível :)

Já experimentaram o Airbnb? O que acharam?

45 comments:

  1. Ola :) Adorei o post:) obrigada:) bjs Karina
    New:http://openklosetfashion.blogspot.pt/2016/11/up-down-edgy-and-elegant-fusion.html#disqus_thread
    instagram:@openklosetbykarina

    ReplyDelete
  2. Hahahaha, que medo ir sem reservar nada! Mas o bangalô é uma graça, muito simpático!

    ReplyDelete
  3. Olá Marta!!
    Adoro passar aqui e ler as tuas histórias, adoro o teu espírito aventureiro. Mesmo que pelo que nos contas, agora numa versão menos hippie :)
    Esse bungalow tem um aspecto mesmo acolhedor, amei!!
    Obrigada por partilhares connosco as tuas aventuras e nos levares a viajar para sítios desconhecidos!
    Beijinho e bom domingo*

    ReplyDelete
    Replies
    1. Muito obrigada Catarina, que palavras tão gostosas pela manhã, és mesmo uma querida!

      Ahh o hippie que habita em mim jamais se afastará, logo logo saberás o que ando a magicar haha

      Um excelente domingo!
      Beijoca*


      Delete
  4. Oh! Que casinha fofa! Também nunca usei o airbnb! Mas vejo tantas casas lindinhas por lá! Quem sabe agora com o baby 😉

    ReplyDelete
    Replies
    1. Para quem tem um bebé ou até mesmo uma criança, parece-me a forma ideal de alojamento, com cozinha e todas as funcionalidades de uma casa.

      Delete
  5. Ainda não usei o Airbnb - a oportunidade ainda não surgiu - mas reconheço que é uma plataforma que me transmite confiança (e tem tantos apartamentos bonitos em tantas cidades de sonho!) :)

    ReplyDelete
  6. Olha, para quem se diz a pior viajante de todos os tempos, a estadia foi maravilhosa! Também se tivesse organizado, não teria ficado em um lugar tão interessante. Beijos, Luciana

    ReplyDelete
    Replies
    1. É verdade, tivemos mesmo sorte! Mas já nos vimos gregos para encontrar alojamento em alguns sítios e perdemos imenso tempo, já estando bastante cansados... Mesmo assim é preferível, pois temos flexibilidade na chegada e na partida hehe

      Delete
  7. Post espetacular! Realmente muito inspirador ficar hospedado em uma habitação tão charmosinha, né não?! Abraços!

    ReplyDelete
  8. Sou fã do airbnb e uso há muito, muito tempo. Gostava especialmente antes, quando a maioria dos lugares eram efetivamente as casas das pessoas. Adora, infelizmente, especialmente nas grandes cidades, a maior parte dos lugares são 100% negócio, tipo prédios recuperados especificamente para o turismo. Mesmo assim, continuo a gostar e a usar, mas sinto que perdeu muito do conceito original. Abraço e continuação de boas experiências.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigada por partilhares a tua perspectiva Filipe.

      Sabes que actualmente em Lisboa isto do Airbnb é um problema grave, pois toda a gente está justamente a reformar apartamentos para o airbnb, ganha-se muito mais dinheiro do que arrendar ao mês.

      Mas quais são as consequências? As pessoas locais já não conseguem alugar casa na baixa ou arredores e isto faz com que a nossa querida baixa esteja cheia de turistas!! Se não é Airbnb é um hostel!
      Ora eu falo por mim, quando visito uma cidade quero é conviver e observar as pessoas locais e não os turistas... E não deve ser tão agradavel morar num sitio em que só ouvimos língua estrangeira.

      Delete
  9. Ainda não usei o airbnb, mas confesso que adoro andar pelo site (e também pelo homeaway, que já usei e recomendo) à procura de alojamentos originais por esse mundo fora. Esse bungalow então, é uma graça :)

    ReplyDelete
    Replies
    1. Homeaway? Vou investigar, desconhecia essa plataforma!

      Delete
  10. Não conhecia, mas é uma opção super acolhedora! Eu não tenho tido a possibilidade de viajar muito ultimamente (o culpo os estudos haha) mas adoro o blog! Adorei ler os teus textos e saber mais sobre as tua viagens! Muito obrigada pelo comentário <3

    http://free-colors.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  11. Amei a hospedagem, super diferente.

    ReplyDelete
  12. Muito obrigado, Marta :) Acima de tudo, é um livro que nos refletir um pouco sobre a vida. A Cristina é uma mulher de garra e nós, tal como ela, conseguimos tudo se realmente quisermos :D

    Adoro :o Parece, literalmente, tirado de um filme. Pelos vistos são bem confortáveis :D

    Segui o blog :D

    NEW REVIEW POST | ZIAJA: Men Beauty Care Set.
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ReplyDelete
  13. Eu, viajante me confesso - não conhecia o conceito! Vivendo e aprendendo.
    Gostei imenso do teu blog e acho que muitas pontes nos ligam. Fico como seguidora.
    Beijinhos
    Nina

    ReplyDelete
  14. que sitio fofinho. estou a pensar não na próxima viagem que vou que já está tudo marcado, mas a seguir começar a ficar em Airbnb (:

    http://arrblogs.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  15. ahhh gente que fofinho esse airbnb!! adorei, achei super acolhedor apesar de pequenininho <3

    ReplyDelete
  16. O conceito é giríssimo!
    O teu blog é um deleite!
    Beijinho

    ReplyDelete
  17. Que espectacular! Fiquei cheia de vontade de também ir assim à aventura!

    ReplyDelete
  18. OH MEU DEUS !
    mas que fofura céus , amava experienciar isso :D
    tão cutxie , adorei !
    Beijinhos ♡ O Olhar da Marina

    ReplyDelete
  19. Ai caraças, que casinha linda!! Também quero! E voltar à Escócia também. ;)
    Ahhh e claro, tinha que ter uma chaleira! Ahahah nunca falham com as chaleiras para se poder beber um cházinho quente à chegada. Adoro isso. :)

    Joan of July

    ReplyDelete
  20. É lindo o bungalow! Até faz lembrar à primeira vista as casas típicas da Madeira :) Adoro o AirBnB, agora na viagem à Noruega fiquei em três diferentes e tive só boas experiências. Quando for à ilha de Skye já sei que alojamento procurar!

    ReplyDelete
  21. Como a maior parte das minhas féria são em Agosto (por motivos de força maior, não por opção minha), torna-se quase obrigatório marcar alojamento, se quero ficar num sítio bom e barato. Claro que era possível encontrar sítios onde ficar em cima da hora, mas seriam bem mais caros e não tão centrais como os que tenho reservado. De qualquer das formas, quando viajar fora da época alta, sem dúvida que também irei à aventura, como tu! Ir sem nada marcado dá um liberdade muito maior e eu gosto disso.

    Em relação ao Airbnb em si... Ainda não utilizei, embora já tenha andado por lá a ver sítios. Há, de facto, lugares encantadores (ou pelo menos assim parecem pela fotografia). Esse onde vocês ficaram parece fantástico!

    ReplyDelete
  22. Que delícia, adorei a casinha! :)

    ReplyDelete
  23. Acho o Airbnb sensacional! E a graça dele está nas diversas opções de hospedagens que podemos encontrar. Você arrasou com essa casinha, hem :D

    ReplyDelete
  24. Olá Marta,
    Muito obrigada pela visita. Vou seguir o teu blogue, se há algo que gosto de fazer, é viajar!
    Não conhecia o Airbnb, obrigada pela dica :)
    Gostei muito das fotos e o bungalow é tão fofo!

    Beijinhos,
    Carla
    https://demantanosofa.blogspot.pt

    ReplyDelete
  25. Oi, Marta! Confesso que não sou nem um pouco aventureira nas minhas viagens. Sempre faço tudo bem planejado e costumo ficar em hotéis mais tradicionais, mas amei esse bangalô! Uma fofura completa *o* Beijinhos, Beatriz.

    www.odiariodeumaescritorainiciante.blogspot.com.br

    ReplyDelete
  26. AMAZING air B&B, looks so cozy! And the scenery!

    ReplyDelete
  27. Uau! Que casinha tão gira! Nunca usei o Airbnb mas depois de ler este post está a dar-me uma vontade enorme de arriscar alugar um bangalô :D

    Beijinhos* :)

    http://prettylittlethingblog.blogspot.com

    ReplyDelete
  28. Confesso que sou um pouco como tu porque depois de tanto viajar ainda não usei o airbnb (acho que porque estou demasiado habituada à facilidade do booking)! lendo este post, vê-se que tiveste uma óptima experiência e dá vontade de arriscar! ;)

    ReplyDelete
  29. Eu não consigo ir sem tudo bem planeado :p
    Mas acabou por correr bem, esse bungalow é tão cozy! Que amor!

    GIVEAWAY on My kind of joy: Gosh Makeup kit

    ReplyDelete
  30. Quero tanto experimentar! :)
    beijinhos

    amarcadamarta.blogspot.com

    ReplyDelete
  31. Que casinha incrível! Aposto que foi uma experiência única! Gostava imenso de experimentar... AAcho que os hotéis ou apartamentos são sempre mais do mesmo... Estas opções fazem-nos viver ainda mais a experiência da viagem, acredito!

    http://anetadaluisa.blogs.sapo.pt/

    ReplyDelete
  32. Que bacana sua experiência. Que bom que curtiu! Eu sempre que posso fico reservo com eles.

    ReplyDelete
  33. Aqui em casa somos fãs do AirBnb. Já nos hospedamos por lá em vários lugares, e sabendo procurar bem no site, ler as reviews e tal, não tem erro. Nunca ficamos num lugar ruim. Prefiro muito mais do que ficar num hostel, e é mais em conta que um hotel. Agora... esses de vocês é um charme a parte, heim? Que lugar lindo!

    ReplyDelete

Grata por comentares, adoro saber o que passa pela tua mente.