O DESERTO DO SAHARA EM MARROCOS


Estar no Deserto do Sahara foi, sem sombra de dúvidas, um dos melhores momentos da minha vida. O silêncio absoluto, a falta de seres vivos, ficar longe de aparelhos electrónicos e da vida sempre a voar lá fora, foi dos sentimentos mais gratificantes e felizes que já senti até hoje.

Decidimos entrar no deserto pelas Dunas Erg Chebbi em Merzouga (Marrocos). Estávamos cientes que teríamos de reservar uma excursão e sermos turistas por algumas horas. Por vezes, há que fazer sacrifícios em viagem :D

A agência que encontrámos pediu-nos 400DH (cerca de 40€) por cada pessoa, com o seguinte pacote: andar de camelo durante uma hora até chegarmos ao camping, ver o pôr do Sol no topo da duna, jantar tradicional marroquino, dormir com as estrelas, voltar de camelo ao mesmo tempo que apreciamos o nascer do Sol e por fim, pequeno almoço no hotel onde deixámos as mochilas e onde poderíamos tomar um duche.

Como excelentes negociantes que se prezem, conseguimos a proeza de pagar 500DH por ambos. É de doidos que andamos a gastar 5€ por dia na nossa viagem em Marrocos e, assim de repente, iríamos gastar 40€ num clicar de dedos. 25€ pareceu-nos justo, tendo em conta tudo o que está incluído neste tour e o nosso mini orçamento. E estar no Sul de Marrocos e não experienciar o deserto?! Com certeza que iríamos perder algo importante e especial.




Foi a primeira vez que estive num deserto e que andei de camelo, o meu coração queria explodir de tanta alegria! Tendo medo de alturas, fechei os olhos no inicio, mas segundos depois o camelo deu-me aquela confiança extra que precisava e deixei-me levar. Uma sensação de liberdade invadiu-me o corpo e sorri.

A areia do deserto é, na verdade, laranja e tão fofa que só me apetecia jogar-me a ela e brincar o dia inteiro. 




O Deserto é tão fotogénico que sentes vontade de tirar fotografias o tempo inteiro, especialmente aquela hora do por do Sol. Devo ter tirado triliões delas... foi bem difícil a tarefa de escolher as fotos para ilustrar este post. 







Consegues ver-me a sorrir o tempo inteiro nas fotos, não é? :)

Não dormimos dentro da tenda, trouxemos as mantas para fora, juntamo-nos a algumas pessoas da nossa excursão e adormecemos ao relento, a apreciar as estrelas naquele enorme céu de cor negra. Como desejaria que fosse Lua cheia! Não se pode ter tudo.

Oh e o silêncio. Mas aquele silêncio positivo vindo directamente do deserto do Sahara, que traz com ele paz de espírito, harmonia e serenidade à nossa vida. Nunca mais vou esquecer aquela visão de manhãzinha, os camelos no horizonte com o Sol a querer nascer... sem palavras.

Este post está meio poético, o que não é assim tão normal encontrarem pelo Viver a Viajar. Mas é este o mais sincero efeito do deserto em mim.

Caso queiram ir a Marrocos considerem a tour do João Leitão, travel blogger que vive em Marrocos há uns bons anos! Para ficarem a saber tudinho basta clicarem na imagem que diz Marrocos, aqui na barra lateral à direita >>> 

Esta publicação apareceu primeiramente no meu blog de viagens em inglês Shanti Free Bird. 

30 comments:

  1. Quero tanto visitar um dia e só fizeste com que tivesse mais vontade ahah

    Conhece o meu novo projeto A uma Carta De Distância
    Beijinhos
    That Girl

    ReplyDelete
  2. Que lindo! O meu namorado quer muito ir lá este verão e eu, claro, não digo que não! Estas dicas vão ser muito úteis. :)

    ReplyDelete
  3. Acabamos de fazer um Camel Safari aqui no Rajastao, India. Bem vou te contar, os camelos são tao altos!!! A serio, que medo ao princípio. Depois claro e' mesmo brutal. Adorei! Mas fiquei com tantas dores...ai nem andava direito! E a nosso safari deu para ficar a dormir no deserto, sem tenda. Então imagina como foi lindíssimo! Sim i teu sorriso da mesmo para ver o quanto estavas feliz. eu também achei o máximo :) Obrigada pela partilha! Nos ja estamos a editar o nosso video. :)

    ReplyDelete
    Replies
    1. Hahaha yep, ficas com grandes dores, como andares de bicicleta, quando não andavas há mil anos.
      Pois, nós também dormimos no deserto e deixamos a tenda de lado para dormir ao relento com as estrelas.
      Gostaria de ficar uma semana no deserto com nómadas :)

      Delete
  4. o deserto <3 é das coisas que mais quero ver na vida e ter toda essa experiência de viver o silêncio que falas :) adorei o post Marta.

    Vânia
    Lolly Taste

    ReplyDelete
  5. Adorei as fotografias ^^
    Deve ter sido uma experiência maravilhosa :D

    Beijinhos
    O blog da Mó | Instagram

    ReplyDelete
  6. As fotografiasb estão tão bonitas, e tu estás com um artão feliz!!
    beijinho e obrigada por todas as dicas!

    ReplyDelete
  7. Deve ter sido uma experiência e pêras. Mais uma vez fiquei roidinha e cheia de vontade de ir... Mas depois olho para os camelos presos pela BOCA e pelo rabo e isso desmotivou-me logo. Porquê????? Não acho justo... Tadinhos. :(

    ReplyDelete
    Replies
    1. Agora olhando com os teus olhos por acaso dá essa sensação. Mas as cordas são para ligarem uns camelos aos outros, para andarmos em fila, não vá um camelo lembrar se de correr para sei lá onde com um de nós montados. Assim que chegamos à zona do camping tiram logo as cordas e eles ficam ali deitados perto de nós :) acredita que sentisse que havia algum tipo de abuso nem postaria isto no blog. Não compactuo com maus tratos a seres vivos. (Fora aquele mosquito marafado!)

      Delete
    2. Eu já me apercebi que és boa pessoa, que gosta de animais, e que de certo não compactuas com maus tratos aos mesmos, como eu!! :) Se me dizes que depois tiraram as cordas eu fico mais descansada... É que dá a sensação que, pelo menos na boca, aquilo está a apertar e a magoar o animal. O ser humano gosta muito de ganhar dinheiro à custa dos animais e normalmente não olha a meios para atingir esse fim... É o vale tudo. Infeliz e tristemente.

      Delete
    3. Há o caso flagrante dos tigres na tailandia que dão injecções aos pobres felinos para ficarem adormecidos e assim os turistas podem fazer lhes festinhas e tirar fotos com eles à vontade =(((

      Também não gostei do aspecto dos elefantes em angkor wat.

      O pior é que há muito turista por ai sen consciência nenhuma e ao dar dinheiro para estas coisas está directamente a compactuar e alimentar um mercado de sofrimento e triste.

      Delete
  8. Que saudades que bateram agora! Visitei o deserto do Sahara em 2011, mas não dormi lá, só passei o final de tarde e andei de camelo também. Aquelas cores, aqueles sentidos. Foi brutal!
    Bjs
    http://andreiamoita.pt/

    ReplyDelete
    Replies
    1. Andreia agora tens de voltar para dormir =D
      Os camelos são uns fofos, adorei estar em contacto com eles! Se pudesse tinha um camelo de estimação :)

      Delete
  9. há anos que quero visitar Marrocos, é daqueles destinos que está mesmo no topo da lista e é incrível como vejo sempre que os custos por lá são bastante baixos!
    o teu artigo ainda me deixou com mais vontade de visitar... essas cores, esse pôr-do-sol! que sonho!

    ReplyDelete
    Replies
    1. No meu caso fiz couch surfing e andei à boleia, mas mesmo assim é uma viagem economica, o truque é tambem fugir a lugares turisticos, comer sempre.de restaurantes locais e mercados e dormir em hostels.

      Vale muito a pena Ester, é já aqui ao lado!

      Delete
  10. Andei de camelo na Mongólia e gostei imenso! Acho que é um animal muito dócil. O deserto parece incrível, tem umas cores lindas.

    Mundo Indefinido

    ReplyDelete
  11. Acho que viajar a lugares exóticos é trazer poesia a tona e deixar a emoção rolar. Exatamente como você fez com as palavras e as fotografias. Me senti no deserto com você. Adoro quando a matéria me deixa sorrindo ao terminar de ler. Marrocos é um sonho meu e acredito que sentirei isso tudo que sentiu. Parabéns! Gabriela - blog: botanaconta.com

    ReplyDelete
  12. Que experiência maravilhosa. Sou louca para ir, mas são tantas viagens que vou sempre adiando a ir no deserto, mas quando eu for sei onde buscar muitas dicas, vou ficar aqui só admirando suas fotos e suas viagens por enquanto.

    ReplyDelete
  13. Devo dizer que você arrasou no texto poético, que viajei com você e o sorriso de imaginar um lugar desse me acompanhou desde a primeira linha.

    Escolheu muito bem as fotos para ilustrar e se um dia já tive vontade de visitar esse lugar, hoje ela só aumentou! Uma pergunta, quando eu li sobre o lugar muitos diziam que era muito frio passar a noite no deserto, você foi a única que eu li que dormiu com as estrelas, confesso que essa ideia me interessa, mas e o frio? rs É suportável ou você é maluca mesmo? rsrs

    ReplyDelete
    Replies
    1. O frio do deserto depende da altura do ano que fores, por vezes é mais suportavel que outras vezes.
      Eu fui em Abril, fazia frio à noite mas como facultaram-nos mantas grossas e quentinhas, não tive frio nenhum.
      Mas sim, também sou maluca, não neste caso, digamos :D

      Delete
  14. Já foi há uns anos que tive uma experiência no deserto. Também fui de camelo num grupo mas a dada altura houve possibilidade de me afastar um pouco e sentir o espaço e acima de tudo o silêncio. É uma experiência inesquecível.

    ReplyDelete
  15. que lugar maravilhoso! Esse é um lugar que quero conhecer antes de morrer e é claro que considerarei o tour do João que é sempre bem recomendado pelo grupo! Abraços

    ReplyDelete
  16. Nada a se desculpar por estar poética. Textos apaixonados -e gente con sorriso largo são o que inspiram as pessoas a viajar. E não é pra isso que escrevemos, afinal? Adorei as fotos e seu sorriso de felicidade. Fico assim em montanhas...

    ReplyDelete
  17. Que lugar show. Morro de vontade de conhecer! Parabéns pelo post.

    ReplyDelete
  18. Eu sou encantada por desertos, e as fotos do Saara sempre mexem muito comigo. A areia parece ser a mais vermelha que um dia vou conhecer! Seu texto ficou incrível, o estilo que gosto mesmo de ler! Espero ir um dia em breve!!!!

    ReplyDelete
  19. To babando nessas fotos, imagino sua vontade de tirar um monte! No Deserto do Atacama, o silêncio também me encantou demais. <3 Quero conhecer o Saara! Ótimo post.

    ReplyDelete
  20. E assim de repente, fui assolapada por uma vontade imensa de visitar o Sahara! A tua felicidade nas fotos e na maneira como escreveste o post aguçam imenso a curiosidade. Bom trabalho com o blog! Adorei.

    ReplyDelete
  21. Essa é a minha viagem de sonho pra 2017. Agora já tenho aqui todas as dicas <3

    ReplyDelete
  22. Fiquei muito impressionada com este post! Parece-me ser um destino obrigatório para viajantes, cheio de paisagens que tocam no coração...

    ReplyDelete

Grata por comentares, adoro saber o que passa pela tua mente.