A BEAUTIFUL WEEK ♥ ABRIL


logo »» Palavra-Padrão

Se, ultimamente, estão com a sensação que só escrevo no blog para partilhar a minha A Beautiful Week do mês estão certos/as. Ando sem vontade nenhuma de escrever, fotografar, de partilhar o quer que seja não só no blog como nas redes sociais. Não sei ao certo do que se trata, mas dou por mim a pensar que não actualizo o meu instagram há semanas e que deveria tirar uma fotografia de propósito só para mostrar que estou viva. Mas claramente isto não faz sentido nenhum. Será que ando com um bloqueio criativo? Ou será que estou a adorar viver a minha vida offline? Talvez seja um misto dos dois. 
Ainda bem que existe este projecto fotográfico para "obrigar-me" a continuar a fazer aquilo que amo: fotografar, escrever, partilhar. 

Para este mês trago-vos maioritariamente natureza. É que tive um mês atípico com uma morte de um ente muito querido, um festival que revolucionou o meu interior, um corte de cabelo demasiado curto para as expectativas, uma semana sem energia, mais outra semana para me recompor, então acabei por fotografar os 4 temas de Abril ontem. Estou a sentir-me a maior batoteira à fase da Terra porque este projecto chama-se "Capture Real Life in 52 Weeks" e supostamente deveria trabalhar um tema por semana e tal coisa ainda não aconteceu desde que o projecto iniciou... Mas heyyyy estou aqui e vamos a isso!

♥ Week Thirteen :: Handwritting

Desafio #1: Fotografar a própria letra

Se forem como eu vão apaixonar-se por este tema. Gosto tanto mas tanto de ver a letra das pessoas. Estamos numa era que cada vez escrevemos menos à mão. Por vezes dou por mim supreendida que já conheço aquela pessoa há tantos anos e não fazia ideia como é a sua letra. 
Para este tema tinhamos 3 desafios, o primeiro era fotografar a nossa letra. Imaginei como seria engraçado fazer uma lista de coisas que gosto, factos aleatorios sobre mim ou as cidades da Europa que visitei mas depois lembrei-me que este projecto apela à espontaneidade e resolvi abrir o meu Bullet Journal. A parte da agenda tem algumas coisinhas mais privadas então resolvi mostrar-vos a minha lista de livros por ler e filmes por ver. O título é a minha letra da primária e o resto é a minha letra descuidada :) 

Desafio #2: Fotografar a letra de alguém que gostes

Como parei de viajar constantemente e agora tenho uma morada resolvi que era a altura certa para voltar às minhas cartas com as minhas penfriends. Para além de adorar escrever à mão, dá-me prazer contar as novidades, aborrecimentos e alegrias a uma pessoa que nunca vi na vida mas sei que vai-me ler e responder! As penfriends são como o meu diário só que acaba por ser um diálogo o que torna tudo muito mais interessante. Só para não falar que é terapeutico, pratico o meu inglês escrito e é uma forma magnifica de passar mais tempo offline

Desafio #3: Fotografar a letra de alguém 

Aqui tinhamos liberdade total para passear pela cidade e fotografar grafittis, letreiros de lojas, menus de restaurantes, etc. Por acaso já tinha reparado que fotografo imenso estas coisas todas, especialmente quando estou a viajar. Lembro-me de fotografar tudo e mais alguma coisa escrito em árabe,  na minha viagem em Marrocos :D 
Gostei particularmente desta porta de ferro velhota cor de laranja e uma letra rudimentar mas bonita do Clube dos Jovens. 

♥ Week Fourteen :: Barriers

A chuva é o meu maior obstáculo. Tenho consciência da sua enorme importância mas não é por isso que sou obrigada a gostar dela. A chuva tem um efeito melancolico em mim, só de pensar sair de casa para a chuva dá-me vontade de chorar. Só para não falar que perco o chapéu de chuva o tempo inteiro e que apanho grandes molhas. A energia vai abaixo, a roupa fica molhada, o céu fica cinzento, enfim não quero de forma alguma deprimir-vos. 
Porém, o dia que senti maior liberdade na minha vida foi um certo Agosto que estava a pedalar na minha bicicleta do trabalho para casa quando cai uma carga de água do nada. Em vez de ficar incomodada foi como uma espécie de leveza que invadiu o meu corpo, fiz um sorriso enorme e chorei de alegria. A partir daí descobri que afinal a chuva pode ter um efeito positivo mim, mas só se for no Verão, com calor, sabendo que no dia seguinte o Sol voltará a brilhar. 

♥ Week Fifteen :: A Different Perspective

A premissa para esta semana seria ver o Mundo através da perspectiva de outra pessoa. Para isso vesti-me de paparazzi e lá fui eu sacar umas fotos sem a malta dar conta. Não tenho a certeza se o senhor da foto sentiu-se incomodado com o som dos cliques da minha câmara, só sei que passados dois minutos levantou-se do banco e eu, muito sorrateiramente, escondi-me atrás da árvore da direita :D Parece que os momentos awkward no A Beautiful Mess são recorrentes. Faz parte. 

♥ Week Sixteen :: Freelensing

Duas coisas: falhei este desafio e descobri uma nova paixão na fotografia. Para quem não está a par, eu também não estava, freelensing é uma técnica na fotografia que consiste em retirar a lente da câmara, mete-la junto da câmara e tirar fotografias. Embora tenha seguido as dicas: utilizar um diafragma alto, utilizar uma lente 50mm, não mexer-me enquanto fotografo para conseguir um melhor foco, esqueci-me completamente de limpar qualquer vestigio de pó na lente. Os resultados estão à vista, muitas bolinhas em toda a fotografia, especialmente no lado direito. No ecrã da câmara não deu para perceber, só quando cheguei a casa e vi as fotos em tamanho grande é que percebi o erro. Além disso deveria ter deixado a lente ligeiramente mais afastada do corpo da câmara para entrar luz e também poderia ter focado melhor. A ideia era ter uma parte da fotografia desfocada e não a fotografia inteira :P
Agora que conheço esta técnica vou experimentar muito! Já conheciam? 

Vamos ver os resultados do resto do gang da fotografia? 

Joan of July | Jiji | Meek Sheep | FashiONoir
Lucie Lu | Infinito Mais Um | Palavra Padrão


Segue o Viver a Viajar nas Redes Sociais

9 comments:

  1. Para quem fotografou tudo ontem. Nada mau! :)
    Adoro que o meu filme preferido esteja na lista e adoro o Clube de Jovens. Faz-me lembrar o Clube das Chaves ou assim. Deve ser muito fixe ter um lugar assim só para fazer o que se quer.

    Beijinhos*
    E quando voltares a escrever estamos aqui para te ler.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Acreditas que enquanto fotografava esta porta lembrei-me de ti e do teu Clube de Jovens? :D Estamos em sintonia!

      Delete
  2. Olha, pois eu adorei a tua foto sem lente. :)

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigada Marta pelo apoio :P és uma querida, ou será solidariedade entre Martas?

      Delete
  3. Deste-lhe bem, rapariga! Btw, a tua letra é muito fofinha, e olha que a do freelensing parece-me que tem bokeh e não pó :p isto da fotografia faz-nos bem. Nem que seja para espairecer!

    Jiji

    ReplyDelete
    Replies
    1. Bah tenho de explorar esse bokeh para não voltar a acontecer! Obrigada Jiji, também gosto da minha letra :)

      Delete
  4. Essa coisa do freelensing também não conhecia, mas vou experimentar. De resto gosto sempre de ver as tuas fotos e de te ler. Bjs

    ReplyDelete
    Replies
    1. Experimenta sim Natália dá para fazer muita coisa gira com o freelensing, mas não desanimes com as primeiras fotografias porque até conseguires a técnica demora um pouco, exige prática.
      Obrigada pelo carinho,
      Beijinhos!

      Delete
  5. e ainda bem que existe este projecto para te trazer cá, porque adorei este teu post :) O Ingrid Goes West é um filme assustador e louco sobre estta cultura dos influenciadores e eu gostei bastante de o ver :) E hoje aprendi uma coisa nova freelensing, desconhecia por completo esta técnica. beijinhos grandes querida Marta e continua a partilhar coisas bonitas por aqui.


    Vânia
    Lolly Taste

    ReplyDelete

Grata por comentares, adoro saber o que passa pela tua mente.