OFF SIGHT | PALÁCIO DA FONTE DA PIPA

 Todos os dias, quando saía de Loulé em direcção à universidade de Faro de autocarro dava de caras com um palácio lá ao fundo, imaginava a arquitectura vinda de outro mundo e as histórias hilariantes que já teriam passado por entre aquelas paredes. 

Há duas semanas, quando finalmente pisei o terreno onde se encontra o palácio (obrigada off sight) deu-me um enorme aperto no coração, porque o palácio tinha sofrido um incêndio no dia 24 de Fevereiro deste ano. Morei 26 anos em Loulé e podia ter visitado este espaço encantador vezes sem conta. A verdade é que desde pequena oiço histórias de horror sobre este edifício como a filha de um proprietário que terá falecido na quinta e há quem a tenha visto à janela da torre ou que terão sido sepultadas na propriedade vítimas da gripe espanhola da pneumónica de 1916-1918, e hoje ainda deambulam as suas almas penadas por todo o lado. 

Histórias à parte, hoje em dia o palácio está nas mãos do Fundo Imobiliário e em stand by, porque o Plano Director Municipal (PDM) não tem permitido urbanizar o espaço como pretendem os proprietários. E eu pergunto-me: mais um património que ficará em ruínas, e consequentemente, parte da nossa identidade jogada fora?





A Vânia, que vos trouxe fotografias deste local abandonado no mês passado para o Off Sight, convidou-me para irmos juntas, uma vez que eu estaria uns dias no Algarve e ela queria mesmo voltar, porque quando lá esteve o tempo não esteve a seu favor, com ventos fortes e sozinha, acabando por desistir de entrar. 

O incêndio fez estragos terríveis, nomeadamente jogou abaixo o tecto em madeira em forma de cone, que conferia identidade ao palácio, mesmo visto do lado da estrada. A parte de cima está bastante danificada e a escada ficou destruída. Se forem ao google procurar fotografias do antes do incêndio, vão logo perceber as diferenças abismais :( 
Porém ainda podemos apreciar algumas pinturas que retratam na perfeição os finais do século XIX. A parte de baixo não foi tão atingida pelo fogo então encontramos paredes intactas, com ar de abandono é certo, mas que valem uma visita ao palácio, mesmo tendo acontecido tal desgraça.




O Palácio da Fonte da Pipa está rodeado por uma mini floresta tão diversificada que até palmeiras encontramos :) Fiquei igualmente surpreendida com um género de rio artificial com algumas pontes que facilmente remete-nos para a imaginação de como seria com água? Que belas banhocas tomaria. 

Nesta nossa aventura lá fora do palácio quisemos descobrir mais além, então caminhamos até uma casa. Achamos estranho o facto do caminho estar tão bem delineado, só podia querer dizer uma coisa: é utilizado regularmente. Avistamos roupa, uma corrente onde esteve um cão, até que a Vânia avistou carne, olhamos uma para a outra e em segundos desaparecemos. Que valente susto! No palácio "assombrado" estávamos tranquilas a explorar cada canto mas a ida àquela casa disparou a adrenalina a mil! 




Graças ao Off Sight que finalmente visitei um lugar há muito tempo na minha lista de coisas para fazer. Relembrei aquela aprendizagem que interiorizei há uns anos atrás em que não devemos esperar para termos companhia quando queremos muito fazer algo. Claro que não se vai a um lugar abandonado sozinho de animo leve mas tenho plena consciência que poderia tentado com mais força visitar este lugar há muito mais tempo, antes do incêndio.

Ficaram com vontade de conhecer este magnifico palácio? O que vos transmite? 

Em pulgas para ver o que as minhas off sighters andaram a tramar para este mês :


11 comments:

  1. Que sítio incrível! As fotos estão fantásticas!

    ReplyDelete
  2. Que sítio espetacular! As fotos estão lindas! Só é pena estar danificado!

    Beijinhos
    That Girl | FACEBOOK PAGE | INSTAGRAM | TWITTER

    ReplyDelete
  3. Apesar da ruína ainda se consegue ter a percepção de como o Palácio era belo, cheio de pormenores luxuosos. Desde os diferentes papeis de parede, os painéis de madeira, os tectos, mesmo sem móveis é um espaço que indica bem como se vivia naquela época.
    É uma pena a quantidade de património histórico abandonado que existe por aí. E olha que por estes lados existem muitos edifícios belíssimos, cheios de História a cair aos bocados.
    Agora já nem tanto, mas houve uma altura que o meu companheiro andava com a pancada de fotografar locais abandonados, por isso andámos a visitar uns quantos: desde os sanatórios no Caramulo, até ao Convento de Seiça perto da Figueira da Foz, passando por diversas fábricas abandonadas na zona Centro, visitámos uns quantos edifícios. Mas palácios e casas apalaçadas abandonados há muitos aqui perto. Aliás, por todo país. E é mesmo uma pena :(
    Gostei desta vossa iniciativa, às vezes é necessário pôr os holofotes nestes edifícios, para se ver o que se está a desperdiçar por aí.
    Beijinhos :*

    ReplyDelete
  4. Olá Marta!

    Que sítio fantástico!!! Como é possível estar assim neste estado?!?!
    Na minha opinião é um desperdício deixarem um local assim ao abandono!
    Mas deixa que te diga que as tuas fotografias estão maravilhosas, parabéns!
    Beijinho e boa semana.

    ReplyDelete
  5. Que sítio BRUTAL! Fico espantada como é que lugares assim acabam neste estado...mesmo depois do incêndio percebe-se bem a riqueza desse lugar, pela decoração, as paredes, os tectos...é de bradar aos deuses. Isso merecia um destino tão melhor do que cair aos poucos!

    E essas histórias de desaparecer em dois segundos...eu e a Catarina também tivemos a primeira este mês :p sou muito apologista de fazer muita coisa junta mas isto de visitar locais abandonados não é uma delas! lool

    Jiji

    ReplyDelete
  6. Que maravilha!! Adoraria estar neste sitio a fotografar! Que encanto de decoração (do que resta dela)! Achei as tuas fotos um máximo, e adorei tanto a penúltima foto!
    Eu adoro saber as histórias do lugar, e esse deveria ter sido mais aproveitado como "relíquia". É um palácio mágico sem dúvida!

    ReplyDelete
  7. Olá Marta! Conheço esse palácio, não sabia que houve um incêndio em Fevereiro. Estive lá antes disso acontecer e tive a oportunidade de subir e andar a explorar o 1º andar, o sótão e o telhado e a vista é simplesmente fantástica, consegues ver o mar :) É pena o estado de abandono pois é um sítio único no Algarve.

    ReplyDelete
  8. Que lindas fotos (cenário mágico) e que lindo palácio! T
    É tão triste saber que poderá estar assim devido a assuntos "burocráticos". :(
    Parabéns pelas tuas fotos Marta!
    Beijinho

    ReplyDelete
  9. Estava para aqui a pensar... Vocês na realidade andam a fazer um levantamento dos locais abandonados que existem por esse país fora, quase que podiam fazer um "catálogo"!

    Eu fico sempre com vontade de saber o que terá acontecido para estar ao abandono agora. Há imensas razões para um edifício assim ser abandonado, mas a minha imaginação vai logo para cenários altamente rebuscados, dignos de filme :P

    Gostei muito das fotografias, em particular das 3ª (aquela ao alto). Tenho mesmo pena que esse espaço (como tantos outros) esteja assim.

    Mundo Indefinido

    ReplyDelete
  10. Haha Que aventura (e assustadora no final, quando decidimos armar-nos em chicas espertas e ir visitar a outra casa que afinal não estava assim tão abandonada)! Foi bom voltar contigo e desta vez senti-me muito mais segura para entrar, sem traves a abanar por todo o lado. Tenho tanta pena de vê-lo assim tão destruído! Penso o mesmo que tu: porque é que não fui lá antes do incêndio!

    Lindas as tuas fotos: a luz a entrar, a visão que se consegue de uma divisão para a outra através das portaleiras sem porta e as cores ternas que aquele lugar ainda tem, por causa dos frescos. Gosto muito daquela em que está uma janela encostada à parede (parece que está à espera de algo!), ou daquele em que se vê os dois pisos a partir de baixo. Well done. :D

    ReplyDelete
  11. Ora aqui está um sítio que eu amava visitar desde que o vi no grupo dos locais abandonados (sorry ter spoilado a tua surpresa deste mês no nosso grupo eheheheh).
    Custa a crer que existam lugares assim abandonados, mas por outro lado... ainda bem! Que seja temporário. ;)
    Adorei as fotos!

    Joan of July

    ReplyDelete

Grata por comentares, adoro saber o que passa pela tua mente.